Riqueza sem fim, pedaço de mim.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012


O susto – Pronação dolorosa

Ontem por um descuido meu fomos parar no hospital com a Sayuri, eu estava segurando ela com uma mão embaixo do bracinho esquerdo e outra segurando pela mãozinha enquanto ela caminhava quando ela resolve correr amolece as perninhas e vai com tudo pra frente, a besta aqui no susto puxou pelo braço direito, pronto ela começou a chorar na hora com o bracinho caido sem mexer. Não pensei duas vezes corri para o pronto socorrro fomos eu minha mãe, minha irmã e meu irmão dirigindo, eu já estava me sentindo a pior mãe do mundo so de pensar a dor que ela estava sentindo por um descuido meu! Chegamos e demorou um poquinho para sermos atendidas, enquanto isso ela sentou e até parou de chorar brincou sorriu mas não mexia o bracinho como de costume eu já estava angústiada mas tentando manter a calma. Entramos na sala a médica examinou os ombrinhos dela, enquanto ela perdia o fôlego de tanto chorar =/ . Logo ela diz :- que aparentemente não aconteceu nada, mas vamos fazer um Raio-X  para ter certeza. Na sala do raio-x o o raiologista olhou o bracinho fez uma manobra e disse:- Voltou! ela já começou a mexer o bracinho na hora .. mas foi feito 3 raio-x porque desconfiava-se de uma fratura e depois a médica veio me dizer:- Mãe, aguarda mais pouco porque vamos chamar um ortopedista! Pronto, quase morri de tanta culpa e ela chorando .. comecei a andar pelos corredores tentando acalma-la até que ela adormeceu ... Parecia uma eternidade aqueles minutos ali, até que o médico chegou examinou e disse:- Ela mexeu o bracinho, está tudo bem! Ela está chorando pelo cansaço e sono mas quando acordar já estará bem. E o alivio que senti, já tinha pensando em tantas coisas ...que ela iria sair com o braço enfaixado que poderia ter alguma sequela, mas todo cuidado do mundo é pouco, isso é muito comum de acontecer com crianças até 5 anos. O que ela teve foi uma  Pronação dolorosa . Graças a deus minha filha voltou pra casa bem, dormiu a noite toda e ja acordou bagunçando como sempre! Mas agora em hipotese alguma vou segurá-la pelo braço novamente.
15

terça-feira, 24 de janeiro de 2012


Porque param de comer com um ano

Não acontece com todos os bebês, mas a minha tem recusado a papinha últimamente =/ pelo menos as frutas ela tem aceitado.  Estive pesquisando sobre o assunto e gostaria de compartilhar com vocês.

 Porque param de comer com um ano.


Os bebês comem, em relação ao seu tamanho, muito mais que os adultos. Isso significa que, no processo de tornar-se adultos, cedo ou tarde terão que começar a comer menos. Mais cedo, que tarde, para surpresa e terror de muitas mães. Os bebês costumam “deixar de comer”, aproximadamente ao fazer um ano. Alguns já deixam de comer desde os nove meses, outros “aguentam” até um ano e meio ou dois anos. Uns poucos nunca deixam de comer, enquanto outros “nunca comeram bem, desde que nasceram”.

O motivo dessa mudança por volta do primeiro ano é a diminuição da velocidade do crescimento. No primeiro ano, os bebês engordam e crescem mais rapidamente que em qualquer outra época da sua vida extra-uterina. Durante o segundo ano, diferentemente, o crescimento é muito mais lento: uns nove centímetros e um par de quilos. Assim temos que, dos três principais capítulos do gasto energético, a energia necessária para movimentar-se aumenta, porque o bebê se move mais e a necessária para manter-se com vida também aumenta, porque o bebê é maior. Mas a energia necessária para crescer diminui de forma espetacular e o resultado é que muitos bebês necessitam comer o mesmo ou menos. Segundo cálculos de especialistas, os bebês de um ano e meio comem pouco mais que os de nove meses. Os pais, não informados deste fato, fazem um cálculo aparentemente lógico: “Se com um ano come tanto, com dois comerá o dobro”. Resultado: uma mãe tentando dar o dobro de comida a um bebê que precisa da metade ou menos. O conflito é inevitável e violento.

“Até quando continuam sem comer?” A situação costuma ser transitória. Aconselhadas por avós, vizinhas e pediatras, as mães costumam pensar que seus filhos “mudarão”. De fato, muitas crianças com cinco ou sete anos, ao aumentar seu tamanho corporal, começam a comer um pouco mais que antes. Mas, nem sempre este pequeno aumento é suficiente para suprir as aspirações de suas famílias. Por uma parte, a quantidade de alimento que cada pessoa precisa é muito variável e algumas crianças comem mais ou muito menos que seus colegas da mesma idade e tamanho. Por outra parte, as expectativas dos pais podem ser também muito distintas: algumas mães se conformariam que seu filho coma todo o prato de macarrão, outras esperam que além do macarrão coma também um bife com batata, uma banana e um iogurte. Por um motivo ou por outro, muitas crianças continuam sem comer até o início da adolescência. Então, quando o lento crescimento dos anos anteriores se transforma na espichada, os moleques sentem um apetite insaciável e para espanto e alegria de suas mães acabam com a geladeira e enfiam tudo o que encontram dentro de un sanduíche.

Trecho do livro: Mi niño no me come, de Carlos González
Retirado: Meu filho não quer comer!
7

domingo, 22 de janeiro de 2012


Preparativos para festa 1 aninho da Sayuri.


O tempo não para ... logo será a festa de 1 ano da Sayuri, o tema será as Fadas Disney. Temos muitas coisas ainda para organizar, não vamos ter buffet infantil e vai ser na casa dos avós paternos. Eu mesma fiz o convite, levei um tempinho fazendo e refazendo até ficar bom. Estou fazendo a retrospectiva também ... e vamos ver se consigo terminar tudo em tempo!! \o/ Afinal é o 1º aninho da minha fadinha linda.

7

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012


11 Meses

Sayuri tem 11 meses, já é uma mocinha cheia de vontades e independência física e com muita  curiosidade de ver como o mundo funciona. Em apenas um mês tantas mudanças. Ela anda a casa inteira segurando nas minhas mãos, quer explorar tudo que encontra pela frente. Fica eufórica quando vê outras crianças e gosta de brincar do lado delas,  o titio Marcelinho que tem 8 anos  é seu preferido onde ele vai Sayuri vai atrás ... Aprendeu a dizer não com o dedinho e percebo que ela já tem memória das coisas pois tudo que eu disse:- Nãoo! ela passa perto e abana o dedinho sem eu dizer nada mas não pensem que ela obedece porque a curiosidade é maior então quando é muito de seu interesse ela simplesmente abana o dedinho como quem diz:- Não! Para olha e chora ou grita abanando o dedinho e a mamãe aqui se faz em mil tentando distrai-lá com outras coisas. 
Tem seus passatempos preferidos: olhar livros ou cadernos e virar as páginas, continuo tentando ler para ela mas ela toma os livros da minha mão e fica lá virando as páginas não necessariamente uma página por vez!  Os dvd´s continuam em alta é Galinha Pintadinha, Baby Eisntein e Backyardigans umas 100.000 vezes por dia. Ela assiste canta do seu jeito e dança com tudo.  Jogar tudo no chão continua sendo um ato irresistíel, descobriu como usar  o celular e o telefone é so ver e ela ponhe as mãonzinhas no ouvido e diz:- Aoooh! Ah! agora ela fala  na sua lingua nenenhês é andando e conversando, quando vê alguém de longe que conhece grita:Ooooh!!! Aaah!! rsss até a pessoa vir até ela me acabo de rir com essa menina *-*
O problema é que ela começou a bater e morder a gente quando não fazemos o que ela quer , sou totalmente contra bater em crianças então é muito diálogo, sempre falo com ela firme NUNCA gritando explico que aquilo não é certo e ensino ela a fazer carinho é complicado mas temos que impor limites.
Continua não aceitando colo de estranhos, e dentro de casa quer ficar comigo o tempo todo, pode estar com quem for é so me ver pra começar a chorar, (salvo o papai *-*) é beem cansativo eu passo o dia todo com ela ou no colo ou andando, quando chega o final do dia estou um trapo e as costas gritam de dor! /o\  Mas essa florzinha linda é meu mundo, é tudo pra mim e eu não troco essa vida por nada desse de ou qualquer outro mundo. 




Quase andante
Não pode!



Não pode ver uma porta fechada curiosaa! rss

Mamãe tentando fazer meu post de 11 meses

mas eu quem vou fazer, oras!

o mouse é seu brinquedo preferido agora.

Não paro quieta mesmo!

Ser mãe é ser feliz somente por ser mãe!



6

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012


O primeiro banho de piscina

Com o calor que tem feito por aqui não existe nada melhor para refrescar do que um banho de piscina. O primeiro de Sayuri \o/ e ela curtiu muito!!! No sábado estreiamos a piscininha aqui em casa, improvisamos com o maiô que foi da tia Bia (a mamãe aqui precisa providenciar um biquini pra Sayurinha) e foi uma festa, até os titios Marcelinho e Bia entraram na onda ... rs e como não poderia deixar de ser Sayurinha se divertiu batia as mãozinhas na água e salve-se quem puder, até quem estava de fora se molhou ... a mamãe aqui fazendo malabarismo pra tirar as fotenhas sem molhar a câmera. Foi tudo muito divertido:

Será que ela gostou? rs
Titios


*********************




E no dominho teve mais!! Em um churrasco com piscina e lá fomos nós denovo agora em um piscina beem maior.
Estava muito calor e um sol quentissimo, esperamos o sol baixar um pouco, passamos protetor solar e pulamos: papai, mamãe e Sayuri! o/ E a felicidade dela no meio daquela água toda foi o melhor ... mãozinhas e pezinhos batendo juntos, coisa mais fofa da mamãe e do papai também! *-*



Meu papai

Banho de chuveiro


Videozinho:



Mamãe estragando meu video! ¬¬ rs



Minha família - e os dedinhos não saem da boca!

8

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012


Vespera de ano novo + ano novo!


Primeiro post do ano e um pouco atrasado ¬¬ 2012 chegou \o/ e com ele muitas alegrias e descobertas estão por vir! E por falar em descobertas Sayuri fez sua primeira viagem ao rancho da vovó da dinda Ju, não temos praia por aqui mas tem um rio imenso onde chamamos de prainha um lugar muito gostoso onde a mamãe sempre ia com as amigas e faltava a Sayuri conhecer, ela curtiu muito não teve como entrar na água pois já era um pouco tarde mas andamos com ela a beira do rio, molhamos os pezinhos dela que ficou hipinotizada com a imensidão de água e o tanto de passáros que tinha a sua volta .. muito gostoso.
Dinda Ju, Daniel namorado da dinda, Sayuri e mamãe

Minha dinda
Depois do passeio descanço na rede .. aii preguiça .. rs
*********************

 Nosso primeiro ano novo com a Sayuri fora da casinha! *-*  foi muito especial junto com amigos e família, Sayurinha feliz e andante (por enquanto anda apoiada).  Não parou quieta um segundo e faltando 20 minutos para o ano novo dormiu e acabou acordou rapidinho e meio assustada com os fogos,  mas acalmou-se logo, assim comemoramos juntos a chegada de mais um ano. Nos primeiros minutos de 2012 Sayuri experimentou uva e gostou muito, aprendeu a dizer não com o dedinho, fico espantada com a rapidez com que esses bebezinhos aprendem é a melhor coisa do mundo acompanhar o desenvolvimento de um filho.  E assim começamos o nosso ano com muita alegria, descobertas, aprendizado e junto de pessoas queridas! *-* E que esse ano traga muito mais disso para todos nós! \o/
 
  
E meu sapato mamãe?!
4